domingo, 7 de outubro de 2012

Tomei vários comprimidos...

Agora eu vou dormir pra sempre.

Meu pai descobriu a mia

Magrelas,

estou muito triste. Como eu nunca estive antes.
Há algum tempo eu ando miando no chuveiro, mas o ralo entupiu...Ontem, a empregada estava limpando o banheiro e viu que estava entupido. Ela disse pro meu pai, que disse que iria olhar na semana que vem. Como era na semana que vem, eu pensei: compro soda cáustica e jogo no ralo.
Mas nao deu tempo. Ele olhou isso hoje mesmo. Abriu o ralo e descobriu meu segredo...
Eu ouvi ele comentando com minha mãe e ela respondendo: "ah mas eu tento falar com ela e ela briga comigo..." Pronto. Eu sabia que era de mim que falavam.
Depois de um tempo, meu pai me chamou e me mostrou o ralo entupido...Ele disse um monte. Mas não brigando, como eu achei que fizesse.... Disse que eu era a filha mais bonita de todas, que eu era linda, linda e que nao precisava disso.. Disse que nao contaria à minha mae, mas que era pra tomar cuidado com ela, porque ela estava desconfiada. Eu tentei falar, mas ele me interrompeu e disse que nao precisava...Eu só sbia chorar....
Depois disso, eu fui pro eu quarto e estou aqui. Tá quase insuportável eu aqui, ouvindo o martelo quebrando os canos do sistema pra desentupir...
Eu sou uma gorda fracassada...Só causo danos a quem está em minha volta.
Só queria dormir e nunca mais acordar...

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Perdida,,,,

Magrelas,

Nossa, faz um tempão que não entro aqui e quando entro vejo tantos comentários...
Não sabia que era tão querida (estou com lágrimas nos olhos de emoção)... Eu sei que parece exagero, mas é que eu nunca me julguei importante pras pessoas se preocuparem comigo.... Nunca fiz uma festa de aniversário por achar que ninguém iria... Passo a maior parte do tempo me criticando, é insuportável em cada ação eu ficar analisando o que eu fiz de errado, o que eu falei, se eu paguei algum mico, essas coisas...
Só queria dizer obrigada, acredite, vocês estão realizando meu sonho: ser importante pra alguém.
Ultimamente, estou tão fria e sozinha. Todos falam que eu estou assim. Na verdade, é uma indiferença que me assusta. Ando séria e não estou ligando pras pessoas a minha volta. Sinto que se alguém morrer do meu lado, nem irei me preocupar. Estou com medo, pois não estou conseguindo demonstrar emoções, às vezes quero chorar, mas não consigo. Fico a pensar: Tens que ser forte, Carla. Levanta a cabeça, siga em frente e não chore!Sua porca gorda!

Minha vida com a mia está cada vez mais complicada.... A ana me abandounou de vez...e engraçado que daqui a pouco vou ter que mudar o nome do blog pra Mia: Princesa do Võmito. É triste, porque princesa tem que ser delicada e não uma baleia que come come come come e depois vomita pra comer de novo. Que merda....  Na faculdade, as pessoas não estão me reconhecendo. Passam por mim e não me cumprimentam, quando eu converso com elas, elas notam que sou eu e falam que não me viam. Melhor assim. Não quero que ninguém me veja mesmo... A Luíza sabe que tenho mia. Ficamos terça-feira o dia inteiro na faculdade; a gente bebeu e eu passei mal, pois não havia comido nada. Fiquei sem graça de eu entrar no refeitório sem comer nada, enquanto as pessoas e Luiza comiam. Me senti mal, deslocada, sentada com o prato vazio olhando pro espaço. Mas eu estava muito tonta por causa da bebida que tomamos depois do almoço de Luiza e dos outros. Então, tive que comer. Mas fui esperta, disse à Luiza para não vir comigo. A partir daí foi sinistro. Desci, comprei um refresco com um pão com salsicha. Sentei na mesa sozinha da cantina e comi MUITO rápido (não estava nem aí pros outros, se me achariam esfomeada...). Ainda estava com fome. =( Fui num caixa diferente e pedi uma tortinha com catupiry pra levar (queria disfarçar, aí eles pensariam que estava levando pra uma amiga). Depois fui ao banheiro (estou com vergonha de falar isso, mas eu preciso), e comi agachada e escondida, dentro do compartimento do banheiro. ;( Miei tudo em seguida. E desci (aaaaaaa eu não aguento maais!!) pra comprar , novamente, chocolate diamante negro. Vi um conhecido, escondi o chocolate no bolso, fingi estar apressada e saí correndo pro mesmo compartimento pra comer e miar. Me senti limpar e voltai à biblioteca, onde Luíza estava. 

Ontem fui me pesar. Não acreditei na balança: 44 quilos. Acho que está louca, apesar de ser bem provável que eu tenha engordado hoje com o tanto que eu comi....
Não consigo parar de pensar em comida. Deixo de fazer as coisas pra passar o dia comendo e miando. Estou atrasada com meus estudos e tarefas de casa. ;( Queria morrer....
Hoje de manhã, tive uma dor de barriga enorme. Tinha que estudar, mas não aguentaria daquele jeito. Pra dor passar só dormindo mesmo... Minha mãe começa a desconfiar.... Disse que eu deveria parar de comer tanto, que como compulsivamente e depois por isso passo mal.
Fiquei com muita raiva, lhe disse que se eu não comia reclamava, que se eu comia reclamavaa. Disse-lhe então que não comeria mais e que morreria de fome e a culpa seria dela. 
Eu sei que fiz mal, mas ando tão nervosa com ela! Ela desconfia, fica me vigiando e isso me dá raiva!!!! Outro dia estávamos discutindo e eu empurrei ela (tudo isso porque eu estava fazendo vitamina de maracujá ao leite e reclamei do liquidificador. Ela me culpou!).... Enfim, empurrei ela, ela me empurrou, disse que se ela encostasse um dedo em mim de novo, eu não responderia por mim....Ela viu que eu a agrediria mesmo e me olhou com os olhos tristes e disse-me: "Carla, cuida da sua vida filha...Cuida...." E eu lhe disse: "Não me importo, não estou nem aí...Se morrer acharei bom"... Depois a encontrei chorando, pedi-lhe desculpas e falei pra não ligar pra mim, pois eu estava doida.... Que era melhor ela me ignorar".

Me senti muito mal. E é me sentindo assim que encerro este post tão longo. 
=(